Ouça agora na Rádio

N Notícia

Staff Images / Flamengo

FOTO: Staff Images / Flamengo

Flamengo leva empate do Santos e pode perder a liderança do Brasileiro

Rubro-negro saiu em vantagem, mas Peixe iguala placar na Vila Belmro

Informações compartilhadas Superesportes

No primeiro jogo sem o técnico Jair Ventura, demitido na segunda-feira, o Santos buscou o empate com o Flamengo por 1 a 1, na noite desta quarta, na Vila Belmiro. Ao mesmo tempo em que manteve o time paulista perto da zona de rebaixamento do Brasileirão, o resultado abriu possibilidade de a equipe carioca deixar a liderança da tabela.

Sob o comando do interino Serginho Chulapa, o Santos saiu atrás no placar ao sofrer gol logo no primeiro minuto de jogo. Bruno Henrique marcou contra. Mas o Flamengo não conseguiu sustentar a pressão até o intervalo. Rodrygo liderou o time da casa até o gol de empate, anotado por Gabigol.

No segundo tempo, o Santos cansou na esteira da queda de rendimento de Rodrygo, melhor jogador santista em campo. E o Flamengo voltou a crescer em campo. Porém, o domínio não se refletiu em gols, sacramentando o empate que pode trazer consequências para os cariocas na sequência da rodada.

O Flamengo chegou aos 31 pontos, mas agora poderá ser superado pelo São Paulo. O time paulista assumirá a ponta se vencer o Grêmio em Porto Alegre, nesta quinta. Já o Santos soma agora 16 pontos e trocou o 15º pelo provisório 13º posto da tabela, a apenas dois pontos da zona da degola.

O jogo

O técnico Jair Ventura já deixou o clube, mas a formação com quatro atacantes foi mantida sob o comando de Chulapa. Assim, o Santos entrou em campo nesta quarta sem um meia de ofício e se tornou alvo fácil do Flamengo no setor, principalmente porque o rival impunha marcação alta desde os primeiros instantes da partida.

A estratégia foi bem-sucedida desde o primeiro minuto de jogo. Literalmente. Antes de completar dois minutos de jogo, Diego cobrou escanteio na área e Bruno Henrique, na primeira trave, desviou de cabeça contra as próprias redes.

Mesmo com a vantagem no placar, o time carioca seguia no ataque. Éverton Ribeiro, aos nove minutos, e Diego, aos 12, arriscaram em finalizações de fora da área e mandaram por cima do travessão. O Flamengo parecia jogar em casa.

A pressão do visitante começou a ser neutralizada a partir dos 20 minutos, quando Rodrygo chamou a responsabilidade e passou a atuar quase como um armador. Ele jogava centralizado, mas também caía pelos lados, dando trabalho para a defesa rubro-negra.

No primeiro bom lance santista no jogo, Victor Ferraz bateu da entrada da área e exigiu boa defesa de Diego Alves, aos 21. Três minutos depois, Rodrygo cobrou falta rente ao travessão após desvio da barreira.

"Motor" do time anfitrião, o jovem atacante brilhou de vez aos 33, quando disparou pela direita, deixou três marcadores para trás na linha de fundo e cruzou rasteiro para Gabigol só escorar para o gol: 1 a 1.

Perto do fim do primeiro tempo, Rodrygo caiu de mal jeito e chegou a preocupar a torcida. Mas se recuperou rapidamente e voltou para o jogo, a tempo de ver Bruno Henrique perder boa chance, aos 45, ao escorar de cabeça, para fora.

Em bom momento no fim do primeiro tempo, o Santos voltou para o segundo tempo com um reforço no meio-campo. Chulapa trocou Sasha, apagado na etapa inicial, por Renato. Do lado do Flamengo, o técnico Maurício Barbieri esperou os primeiros 15 minutos para trocar Guerrero, discreto em campo, pelo reforço Uribe. Na sequência, sacou Matheus Sávio, longe de repetir a boa atuação do jogo anterior, para dar lugar a Geuvânio.

As mudanças deixaram a partida mais aberta, com bons lances ofensivos para os dois lados. Mas o Santos tinha dificuldade para chegar ao ataque a partir dos 20 minutos. Rodrygo aparentava cansaço, enquanto Bruno Henrique abusava dos erros. Já o Flamengo ganhava ritmo com Geuvânio e Uribe, porém sem chances mais claras de gol, o que encaminhou o empate no placar.

Os dois times voltam a campo no domingo, para a disputa da 16ª rodada do Brasileirão. O Flamengo vai receber o Sport no Maracanã, enquanto o Santos jogará novamente na Vila Belmiro, desta vez contra o América-MG.

SANTOS 1 x 1 FLAMENGO

SANTOS
Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo (Luiz Felipe), Gustavo Henrique e Dodô; Alison, Diego Pituca (Léo Cittadini); Rodrygo, Bruno Henrique, Gabigol e Eduardo Sasha (Renato)
Técnico: Serginho Chulapa (interino)

FLAMENGO
Diego Alves; Rodinei, Réver, Léo Duarte e Renê; Cuéllar, Matheus Sávio(Geuvânio), Lucas Paquetá, Diego (Henrique Dourado) e Éverton Ribeiro; Paolo Guerrero (Uribe)

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 25 de julho de 2018, quarta-feira
 
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA)
Público e renda: 11.843/R$ 292.847,00
Cartões amarelos: SANTOS: Luiz Felipe. FLAMENGO: Diego
GOLS: Éverton Ribeiro, aos 2, Rodrygo, aos 33min do 1ºT
FONTE: Super Esportes / Estadão Conteúdo
Link Notícia