Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Três em cada 10 mortes de Covid-19 no Paraná são de jovens e adultos abaixo de 60 anos

Três em cada 10 mortes de Covid-19 no Paraná são de jovens e adultos abaixo de 60 anos

Postado em 22/03/2021 por

Compartilhe Agora
Mudança no perfil dos pacientes ocorre desde o início do ano no Estado (Foto: Geraldo Bubniak)

A escalada no número de mortes por Covid-19 no Paraná ao longo do mês de março veio na esteira de um aumento importante no porcentual de pessoas jovens e adultas abaixo dos 60 anos que morrem da doença. Neste mês, a porcentagem de pessoas que faleceram sem celebrar o sexagésimo aniversário cresceu 26,47% em relação ao ano passado, a ponto de hoje essa população responder por quase uma em cada três mortes causadas pelo novo coronavírus.

O levantamento, feito pelo Bem Paraná com base nos boletins divulgados diariamente pela Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa-PR), mostram que ao longo de 2020 a população com 59 anos de idade ou menos respondeu por 23,49% dos óbitos por Covid-19 no estado, com um total de 1.858 falecimentos nessa faixa de idade ao longo de quase 10 meses de pandemia.

Apenas até ontem (21 de março), porém, o terceiro mês de 2021 já acumulava 950 falecimentos de jovens e adultos, o equivalente a 29,71% do total de óbitos em março. Enquanto isso, os falecimentos entre a população mais velha, acima de 80 anos, teve queda, passando de 25,11% (um quarto do total, com 1.986 óbitos ao longo do ano de 2020) para 20,08% em março de 2021 (642 mortes).

Desde o início da pandemia, os adultos e jovens concentram o maior número de diagnósticos positivos para a Covid-19. Ao longo de 2020, por exemplo, 86,6% dos casos da doença foram registrados em pessoas com 59 anos de idade ou menos. Curiosamente, porém, em março o porcentual de pessoas nessa faixa etária entre os casos novos da doença teve redução, chegando a 85,54% do total. Esse dado é importante porque evidencia ou reforça a hipótese de pessoas mais jovens estarem sendo mais gravemente acometidas pela doença.

Paraná já é o terceiro estado com mais infecções

Com pico no número de contágios nas últimas semanas (o que está levando ao colapso do sistema de saúde em todo o estado), o Paraná se tornou no último sábado o terceiro estado com mais casos de Covid-19 no país, ultrapassando Bahia e Rio Grande do Sul.

Naquele dia, conforme os dados do Ministério da Saúde, o estado já somava 794.443 casos e 14.840 óbitos causados pela doença pandêmica. Os números diferem um pouco do boletim mais recente do próprio Estado, divulgado ontem pela Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa-PR) e que mostra 791.390 casos confirmados e 14.779 mortes por Covid-19.

Com óbitos em alta, internações também disparam

Dados do Sistema Estadual de Regulação, divulgados ontem pelo G1 Paraná, confirmam que, além dos óbitos, também aumentou o número de internamentos entre jovens e adultos por Covid-19, com crescimento mais destacado entre a população com 31 e até 50 anos de idade.

Entre as pessoas com idades entre 31 e 40 anos, o aumento verificado foi de 140% na demanda por internações entre julho de 2020 e fevereiro de 2021. Já entre os pacientes com 41 a 50 anos, o aumento foi de 128%. Os porcentuais, note-se, ficam bem acima daquele verificado entre as pessoas de 51 a 60 anos (+88%).

“[Os ‘jovens adultos’] Sempre foi o grupo mais acometido pela Covid, mas fazia uma forma leve da doença. O que observamos agora em Curitiba, no Paraná e no Brasil, é que esse grupo continua adoecendo frequentemente, mas com uma forma de transmissão mais rápida e internando em um curto prazo, o que leva a uma procura excessiva pelos serviços de saúde”, explica Alcides Augusto Souto de Oliveira, diretor do Centro de Epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Curitiba.

Fonte: Site Bem Paraná

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.