Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Locais/Regionais

Compartilhe agora

Chuvas muito acima da média em São João/PR causam prejuízos nas lavouras de soja, milho e feijão

Postado em 27/01/2021 por

img-page-categoria

*Fonte imagem : Chuvas muito acima da média em São João/PR causam prejuízos nas lavouras de soja, milho e feijão*


Lavoura destruída pela chuva no interior de São João

As lavouras de soja em São João no Paraná enfrentaram um período de estiagem que prejudicou o desenvolvimento das plantas, mas o primeiro mês de 2021 trouxe outro problema aos produtores: o excesso de chuvas.

Segundo o presidente do Sindicato Rural de São João/PR, Arceny Bocalon, em janeiro de 2020 o município registrou 198 mm acumulados de chuvas, mas em janeiro de 2021 já foram 422 mm, 122 apenas no último sábado, o que afetou lavouras de soja, milho e feijão:

Entrevista concedida pelo Presidente do Sindicato Rural de São João Arceny Bocalon ao Notícias Agrícolas no dia 26 de janeiro de 2021 destacando o impacto do excesso de chuvas na agricultura do município

A liderança destaca que as perdas vão aparecer, mas ainda não é possível quantificar a situação, porque as precipitações seguem fortes e impedem que os produtores entrem no campo para avaliar as lavouras. A região mais afetada foi o Vale do Rio Dos Dois Irmãos que transbordou e danificou as lavouras.

Esse mês chuvoso e sem luminosidade atrasou ainda mais o ciclo de desenvolvimento da soja e a colheita deverá acontecer apenas a partir de 20 de fevereiro. Porém, o zoneamento agrícola para o milho se encerra em 31 de janeiro e os produtores que já tem insumos e sementes comprados vão ter que se replanejar para a segunda safra.

Bocalon comenta ainda que, já existem movimentações para crédito e financiamento para a próxima safra de trigo e que a área cultivada com o cereal deve ser grande no município, com os produtores apostando em uma alta rentabilidade na cultura de inverno.

Fonte: Notícias Agrícolas

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários