Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Há 23 anos São João se despedia de Monsenhor Raymundo

Há 23 anos São João se despedia de Monsenhor Raymundo

Postado em 29/09/2020 por

Compartilhe Agora
Memorial do Monsenhor Raymundo Lulus Francener

No dia 28 de setembro de 1997, São João perdia um dos seus principais líderes. Neste dia, aos 68 anos, falecia Monsenhor Raymundo Lulus Francener. Padre Raymundo ou Monsenhor Raymundo nasceu no dia 3 de setembro de 1929 em Joaçaba no estado de Santa Catarina. Estudou no Seminário de Luzerna, também em Santa Catarina, onde celebrou sua primeira missa. Foi ordenado sacerdote no dia 20 de dezembro de 1958 em Palmas. Por um breve período, em 1959, trabalhou na Paróquia São Francisco de Assis, em Chopinzinho. No mesmo ano, Monsenhor Raymundo veio para São João, onde firmaria suas raízes, assumindo como primeiro pároco. Nesta função, atendia dois municípios (São João e Sulina) com 42 comunidades no total. Realizou vários casamentos, batizados, primeiras comunhões, crismas e enterros. Participou ativamente da estruturação do município. Dedicou-se a catequese, trabalhos pastorais e principalmente foi o principal incentivador das vocações sacerdotais sendo que São João é o município do sudoeste do Paraná com o maior número de sacerdotes diocesanos ordenados por influência do Monsenhor Raymundo. Homem de muita fé, afirmava que protegeria sua gente através das orações principalmente contra temporais. Foi sócio-fundador da Coasul e auxiliou na intermediação para a criação de várias instituições no município de São João, desenvolvendo um intenso trabalho junto aos agricultores. Alem de padre, atuava também como professor. Idealizou a construção de um colégio (atual prédio do Seminário Propedêutico Jesus de Nazaré) para que os jovens da época pudessem estudar. Foi diretor do Colégio Estadual Tancredo Neves. Ordenado monsenhor nos anos 70, foi indicado a ser bispo da Diocese de Foz de Iguaçu por diversas vezes, porém optou por continuar em São João. No dia 28 de setembro de 1997, após a caminhada da Família, visitou a Capela São José onde celebrou, emocionado, a missa da festa. Neste mesmo dia, à tarde, viajou a Curitiba, com o Pe. Celestino, onde participaria, juntamente com o Bispo Diocesano, Dom Agostinho, de uma reunião. Em meio a reunião, Monsenhor Raymundo foi acometido de um ataque cardíaco (fulminante) vindo a óbito. Se corpo foi transladado no dia seguinte para o município que tanto amou (São João) aonde foi sepultado na manhã de 30 de setembro, em frente a sua Igreja Matriz São João Batista. Em 18 de janeiro de 2012, seus restos mortais foram transladados para uma capela no cemitério municipal de São João. Monsenhor Raymundo deixou um enorme legado para a região Sudoeste do Paraná. Seu nome batiza a rodovia que liga a cidade de Sulina a Chopinzinho.

Departamento de Jornalismo da Rádio Pirâmide FM 99,1

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.