Ouça agora na Rádio

Ouça agora

Rio Paraná está tão baixo, que moradores de Foz cruzam o leito a pé

Rio Paraná está tão baixo, que moradores de Foz cruzam o leito a pé

Postado em 14/04/2020 por

Compartilhe Agora
Rio Paraná – Fronteira entre Brasil – Paraguai – Argentina

estiagem que atinge a região de Curitiba não se restringe apenas às imediações da capital paranaense. Todo o Paraná, bem como partes das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste têm registrado índices baixíssimos de chuva. O leito do Rio Paraná foi extremamente impactado por esse período de seca. A Usina Hidrelétrica de Itaipu afirmou que o nível barragem acima está cerca de 42% do normal. As imagens geradas são impressionantes. Neste final de semana, por exemplo, pessoas foram flagradas atravessando à pé da margem brasileira até a ilha que existe próximo à Ponte da Amizade, de tão baixo que está o nível do Rio. A foto que abre essa matéria mostra até a carcaça de uma kombi sumida há tempos. A geração de energia elétrica está prejudicada, mas não causa problemas no fornecimento. Como menos água é usada para acionar as turbinas, menos energia é gerada. Na semana passada eram “produzidos” 6 mil megawatts em média. Normalmente a geração é de 12 mil megawatts. Ao longo de todo o curso do Rio o nível está baixíssimo, inclusive nas divisas com o Paraguai e Argentina.

www.tribunapr.com.br

Link da Notícia

Deixe um comentario

Estamos felizes por você ter optado por deixar um comentário. Lembre-se de que os comentários são moderados de acordo com nossa política de comentários.