public Notícia
Home/ Notícia
public Notícia

Álcool 70% protege contra o coronavírus, mas profissionais alertam sobre riscos de queimaduras

Arquivo

Com o uso frequente do álcool gel 70% para prevenir o coronavírus, médicos e outros profissionais de saúde alertam sobre os riscos de queimaduras com o produto. Em tempos de pandemia, quase todo mundo tem um frasco de álcool 70% – seja na bolsa, no carro ou em casa. Portanto, é preciso reforçar que o produto é inflamável: “…Essa concentração faz com que tenha uma chama ali que a gente não tenha essa visibilidade. Então, pode ter uma chama invisível a olho nu, fazendo que com que a pessoa tenha algum despreparo ali e tenha uma queimadura no local…”, afirmou o aspirante Marxoel Ferreira, do Corpo de Bombeiros. Em 2019, o Hospital Universitário de Londrina recebeu 84 pacientes com queimaduras por uso de álcool e gasolina da maneira errada. Neste ano, 23 pacientes já deram entrada.

 CUIDADOS

 “Tem muito fumante. Vai acender o cigarro, e o frasco está ali aberto, esquece e vai fumar. Esse é o perigo: acender o isqueiro ou o fósforo quando tem um líquido combustível”, disse o médico Reinaldo Kuwahara. “Cuidar da utilização do álcool gel ao usar fogão. Ter esse cuidado de deixar longe, em situações que gerem algum tipo de chama”, orientou o bombeiro. Consequências

 As consequências podem ser graves e até levar a morte.

“Infecções podem acometer pulmão, rim, fígado, cérebro, corrente sanguínea. Tudo isso é consequência de uma queimadura. Então, uma queimadura é o início, é o pontapé”, afirmou o médico.

 

A orientação dos profissionais de saúde não é abandonar o álcool 70%, mas usá-lo quando não tiver outras opções e com cuidado. Sabão e água não devem ser trocados por álcool, se a pessoa tiver acesso à essa opção por primeiro.

 LIMPEZA DA CASA

 Na limpeza da casa, dá para usar outros produtos. Para limpar superfícies, pode-se usar água sanitária. “Água sanitária possui cloro, e o cloro é eficiente”, disse a psicóloga Lilian Parreli. Se realmente precisar usar o álcool 70%, depois guarde fora do alcance de crianças. Receitas caseiras não são recomendáveis. Etanol também não deve ser utilizado.

 GRAVIDADE

“É só você olhar para dentro [do hospital] e ver o que é ficar 40, 60, 80 dias em um hospital correndo risco de vida. Depois, mais dois anos cuidando do seu corpo, da funcionalidade do seu corpo. Tem a questão estética, mas tem a questão funcional – as pessoas ficam privadas de movimento. É algo muito sério. E isso a gente consegue prevenir”, afirmou a psicóloga.

Fonte G1

Link da Notícia

  • message
    Postado por
    Rádio Pirâmide FM
  • today
    Data
    13/04/2020
  • folder
    Categoria
    Saúde
  • code
    Feito por
    Sistema Plug
Copyright © 2020 Sistema Plug Todos os direitos reservados
Desenvolvimento Web Plug | J.S
Copyright © 2020 | Sistema Plug
Desenvolvido | Web Plug