Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Locais/Regionais

Compartilhe agora

Servidores não aceitam proposta do Governo e vão continuar em greve

Postado em 04/07/2019 por

img-page-categoria

*Fonte imagem : Servidores não aceitam proposta do Governo e vão continuar em greve*


Portal Paraná

A greve dos servidores públicos deve continuar após a proposta apresentada pelo governador Ratinho Junior em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (3). O plano do Governo do Paraná é pagar 0,5% de reposição em outubro e 4,5% parcelado em três anos condicionados ao crescimento da receita corrente líquida em 2021 e 2022.

Segundo a presidente do Fórum das Entidades Sindicais (FES), Marlei Fernandes, a proposta é uma ilusão. “Quando ele condiciona um reajuste de 1,5% para o próximo ano dependendo do crescimento de receita de 6,5% e 7% nós sabemos que não vai acontecer. Porque todo ano a gente bate na porta deste Palácio falando isso. Esse ano colocamos os 4,94% porque sabíamos que a receita não cresceria. Isso, é uma vergonha”, afirma Marlei.

Segundo ela, a proposta de reajuste parcelado não leva em conta a defasagem acumulada nos últimos anos e a previsão das perdas acumuladas pela inflação nos próximos anos. A proposta do Governo também impõe condições para ser dado o reajuste aos servidores. Uma delas é o fim da licença prêmio. As licenças já adquiridas serão preservadas, por isso o Estado vai criar um programa para indenizar ou assegurar quem já tem o direito adquirido. “E a data-base do ano que vem? Ele não fala nada. Nós vamos aceitar 4,5% em quatro anos? Ano que vem tem nova inflação, o outro ano também. Nada disso está explicado. Então não é possível uma suspensão de greve se você não tem uma proposta exequível e que retira mais direitos”.

Portal Paraná

Link da Notícia

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários