Ouça agora na Rádio

foto-locutor

Buscando...

Buscando...

Locais/Regionais

Compartilhe agora

Alunos ocupam Colégio Estadual Tancredo Neves em São João.

Postado em 15/10/2016 por

img-page-categoria

*Fonte imagem : Alunos ocupam Colégio Estadual Tancredo Neves em São João.*


Alunos do Colégio Estadual Tancredo Neves de São João ocuparam as dependências da instituição de ensino na manha desta sexta feira dia 14 de outubro.  A manifestação é contra a proposta da reforma do ensino médio, proposta esta defendida pelo governo federal. Segundo a diretora do Colégio Estadual Tancredo Neves Margred Drehemer, as aulas serão repostas obrigatoriamente nos sábados: “… Esses dias sem aula vão ter que ser reposto. A reposição será nos sábados. Nos sábados nós não temos transporte. A prefeitura não é obrigada a por transporte para nós no sábado. Então os pais vão ter que trazer os seus filhos para a escola porque terá aula...” Em São João, segundo os organizadores a ocupação vai até quarta feira dia 19 de outubro.

Reforma do ensino

 A MP do Ensino Médio torna obrigatórias para os três anos do ensino médio apenas as disciplinas de português e matemática. Inglês também será obrigatório, mas não necessariamente para os três anos. Os demais conteúdos serão determinados pela Base Nacional Comum Curricular, que ainda está sendo definida. Pela MP, cerca de 1.200 horas (Um Mil e Duzentas), metade do tempo total do ensino médio, serão destinadas ao conteúdo obrigatório definido pela Base Nacional. No restante da formação, os alunos poderão escolher entre cinco trajetórias: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas – modelo usado também na divisão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – e formação técnica e profissional. A medida ainda amplia gradualmente a carga horária do ensino médio para 7h por dia ou 1,4 mil horas por ano.

Por Douglas Nunes – Repórter Pirâmide FM.

Link da Notícia

Deixe um comentário

Ao enviar um comentário você concorda com nossas politicias de comentários, saiba no link ao lado. política de comentários