Ouça agora na Rádio

Tecnologia

Compartilhe agora

Watts W125: conheça a moto elétrica brasileira de R$ 20 mil

Postado em 23/06/2022 por Sistema Plug

img-page-categoria

Fonte imagem capa:Imagem: Watts Mobilidade/Divulgação

Uma nova concorrente está chegando para competir pelo mercado de motocicletas elétricas no Brasil com o lançamento da W125, da startup brasileira Watts Mobilidade. A moto elétrica deve bater de frente com modelos como a Volts EVS, a Shineray SHE S e a Super Soco TC, aquecendo ainda mais o cenário de mobilidade urbana sustentável em território nacional.

Como o nome bem indica, a Watts W125 (também conhecida como E-125) tem motor elétrico que promete entregar uma experiência similar à encontrada em motocicletas de 125 cilindradas quando chegar às lojas brasileiras a partir de setembro — atualmente, o veículo só está disponível por meio de parceiras da fabricante.


Ficha técnica da Watts W125

A W125 vem para ajudar a aquecer ainda mais o mercado brasileiro de transportes urbanos sustentáveis. Oferecendo uma alternativa interessante para os pilotos que podem optar entre dois modelos diferentes, a motocicleta elétrica vem versões com apenas uma ou duas baterias de lítio — que, neste último caso, funcionam de maneira independente.

A moto elétrica tem freio a disco CBS com sistema do tipo combinado (com frenagem repartida entre os eixos dianteiro e traseiro), três modos de pilotagem com diferentes níveis de potência, painel frontal com visor de LCD, farol de LED e carregador USB. O veículo também conta com função ré, que por motivos de segurança só pode ser acionada quando o veículo está totalmente parado.

Pesando 71 kg sem as baterias, a motocicleta tem 1,9m de comprimento, 0,7m de largura e 1,1m de altura, suportando até 160 kg de carga. De acordo com a fabricante, a W125 é destinada a mover-se pela cidade e fora dela com total liberdade, sem emissão de CO2 e ruídos, e deve ser comercializada com as opções de cores ciano, vermelho e preto.


MotocicletaMotocicleta elétrica W125 da Watts Mobilidade deve chegar com três variações de cores

Fonte:  Watts Mobilidade/Divulgação 

Ainda segundo a Watts Mobilidade, a W125 deve oferecer uma redução de cerca de 30% no custo mensal e relação às motocicletas convencionais.


Autonomia da Watts W125

A W125 oferece duas opções de modelos, um com apenas uma bateria de lítio e outro com duas. Cada bateria tem 72V, 35ah e 2.000 ciclos de carga. Segundo a fabricante, a motocicleta elétrica W125 tem autonomia de até 150 km (rodando em potência média no modelo com duas baterias de lítio de 72V independentes, totalizando 70ah).

De fácil remoção, a bateria (tanto na modalidade única quanto na dupla) não precisa ser retirada para efetuar o recarregamento. Também vale observar que, embora uma carga completa chegue a levar um total de 5 horas, a recarga rápida da bateria permite alcançar 80% de carga total em apenas uma hora.

É importante frisar que tanto a forma de condução quanto o percurso podem impactar diretamente na autonomia da moto elétrica.


Potência

O motor elétrico de 3.000 W promete entregar potência similar à das motos 125cc com motores convencionais, e a fabricante afirma que a motocicleta elétrica deve alcançar velocidade final de até 100 km/h (em algumas condições específicas, é claro).


AA fabricante promete que o motor de 3.000 W deve entregar velocidade máxima de até 100 km/h

Fonte:  Watts Mobilidade/Divulgação 

Segundo a Watts Mobilidade, potências maiores podem consumir mais carga da bateria. Cada opção de potência alcança diferentes níveis de velocidade, com a potência baixa chegando a 50 km/h, a média batendo até 70 km/h e, por fim, a alta alcançando os 100 km/h.

Assim como visto em modelos de outras fabricantes, o motor elétrico da W125 é muito silencioso e tem arrancada bastante rápida, não dependendo de uma solução de arranque como as motocicletas movidas com combustão.

Preço

Embora ainda não esteja oficialmente à venda, a W125 da Watts Mobilidade tem valores que podem variar entre R$ 19.990,00 para o modelo com apenas uma bateria de lítio e R$ 24.990,00 para a versão com duas baterias.

Segundo informações enviadas ao TecMundo, a moto elétrica será lançada ainda este ano, mas chegará às conceciossnárias somente em setembro. Os interessados, porém, já podem acessar a página oficial com registro de pré-venda para garantir suas W125 em suas respectivas garagens.